sábado, 26 de junho de 2010

devaneio IV

aqui dentro tudo rasga, é forte, é quente, eu vejo uma imagem sua refletida a mim, não. não. não. você sabe, eu sei que sabe, eu sei que sente também, sente que está jorrando o que há de bom aqui o bom que você não quer pegar. mas não, eu não vou dizer que quando você quiser sentir será tarde, não vou, não vou porque eu sinto algo me dizendo que você quer, que você me quer, mas muitas coisas dentro de você diz para não querer e tudo por causa do desconhecido, aquela imagem, aquele caráter. sinto algo mais, sinto que está próximo, sinto o seu cheiro, sinto você se aproximando, me pegando na cintura, me mordendo, beijando minha nuca... e... e...

Nenhum comentário: