sexta-feira, 20 de agosto de 2010

ritual

"Tantas histórias de um grande amor perdido
Terras perdidas, precipícios
Faz sacrifícios, imola mil virgens
Uma por uma, milhares de dias"



Cazuza

2 comentários:

Carlos Escaleno disse...

Ao mesmo deus que ensina a prazo, ao mais espero e ao mais otário,
que o amor, na prática, é sempre ao contrário - o amor, na prática, é sempre ao contrário.
AAAHHHH!!!

menina fê disse...

perderam-se, mas foram ganhos um dia...

bjs meus.