quarta-feira, 24 de novembro de 2010

voa, voa, voa para bem longe nos olhos do meu amor

É quando a boca bebe
O líquido do mar
E fica embriagada
Toda abandonada
Como se calada
Rouca de falar

terça-feira, 9 de novembro de 2010

todo mundo já morreu

eu morri muitas vezes, mas hoje eu não quero jogar no lixo, quero fazer reciclagem.

"ninguém sabe a natureza dos meus infernos diários"

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

merrrda

eu to com uma vontade danada de sair correndo daqui e te agarrar em qualquer lugar, te trazer para os meus braços e, e, e... fiquei sem palavras agora, o pensamento foi longe.
aaah, merrrda.
te quero.