domingo, 29 de janeiro de 2012

vai passar

E vai passar, vai passar como o vento do inverno, vai passar da mesma forma que as folhas secas caem das árvores no outono. Vai passar como o bloco de carnaval do Rio de Janeiro, vai passar como os carros em alta velocidade nas avenidas de São Paulo, vai passar como o trem dos trilhos do Ceará. Vai passar do jeito menos esperado, vai passar como se nem tivesse chegado, vai passar e eu nem vou ver.