quarta-feira, 1 de agosto de 2012

God!

Deus. Deus. Deus.
Por mais que ela não acreditasse, ela só conseguia chamar esse nome.

Nenhum comentário: